Revista Psicologia Política lança nova sessão: Painel de Movimentos Sociais

Esta seção é um espaço para ativistas e militantes de movimentos sociais e coletivos organizados divulgarem suas pautas e reflexões. A proposta sintoniza com uma perspectiva epistemológica que não hierarquiza saberes acadêmicos e não acadêmicos, científicos e não-científicos. Compreendemos que as práticas e os sistemas de ação construídos pelos coletivos constituem elaborações e saberes que ampliam nosso conhecimento sobre a realidade social. Esperamos reflexões calcadas em experiências individuais e/ou coletivas, que gerem artigos que sejam “dos” e/ou “com” os movimentos sociais. Serão respeitados os argumentos e posicionamentos políticos, independentemente das fundamentações empíricas e teóricas utilizadas, desde que encontrem-se em conformidade com o foco e escopo da RPP. Os textos devem contribuir para refletirmos sobre a democratização da sociedade e a ampliação dos círculos de reciprocidade entre os indivíduos e grupos. Esta seção permite a elaboração criativa que pode endereçar à universidade pautas, demandas e críticas dos movimentos sociais. Além disto, este é um espaço para os coletivos organizados divulgarem suas ações, apresentando retrospectivas históricas, pautas, agendas de luta etc. em interpretações engajadas sobre os diversos assuntos que afetam a sociedade. Serão aceitas co-autorias entre ativistas e pesquisadores, mas a vinculação principal de pelo menos um dos autores deve ser não-acadêmica e o artigo deve se basear nas experiências singulares dos coletivos organizados e suas frentes de luta de política. Como a prática de publicar em periódicos acadêmicos nem sempre é do interesse dos atores políticos, contamos com a ajuda dos pares para convidarem e incentivarem estas produções. O formato do manuscrito deverá seguir as mesmas diretrizes da revista para publicação de artigos, com exceção, de que, para esta seção, os arquivos não podem conter mais de 15 páginas. Poderão ser incluídas até cinco (05) fotos ou imagens por artigo (deverão estar em alta resolução – 300 dpi). Estes manuscritos não serão avaliados da mesma forma que as demais seções da Revista Psicologia Política. Serão designadas/os “interlocutoras/es” que terão como objetivo ajudar as/os autoras/es a acertar imprecisões de escrita, questões ortográficas e a legibilidade. As/os interlocutoras/es serão pesquisadoras/es de referência em algum tema relacionado e não serão anônimos, mas estabelecerão um diálogo com as/os autoras/es a fim de colaborar no aprimoramento do texto.

Submissões pelo sistema da revista:
http://submission-pepsic.scielo.br/index.php/rpp/about/submissions

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s