Apresentação do Simpósio Brasileiro de Psicologia Política

O Simpósio Brasileiro de Psicologia Política é o principal evento organizado pela Associação Brasileira de Psicologia Política (ABPP). Desde 2000 ocorreram dez eventos em importantes universidades do país – PUC-SP (1º), UFMG (2º e 4º), UNESP (3º), USP (5º e 6º), UERGS (7º), UFG (8º), UFRN (9º) e UFAL (10º) – contando com pesquisadoras/es e conferencistas nacionais e internacionais. Os últimos eventos contaram com a participação, em média, de 600 pessoas. Há um movimento de descentralização territorial. Enquanto os seis primeiros eventos ocorreram em dois estados da região Sudeste, os eventos seguintes ocorreram nas regiões Sul, Centro-Oeste e Nordeste.

As diferentes edições do Simpósio Brasileiro de Psicologia Política buscaram fomentar: a) o intercâmbio de conhecimentos entre pesquisadoras/es regionais, nacionais e internacionais; b) a participação de docentes, discentes e comunidade acadêmica num evento nacional com alta qualidade teórico/científica; c) a integração de diferentes áreas do saber e a promoção do debate interdisciplinar; d) a difusão da produção teórica, científica e acadêmica da Psicologia Política em diferentes regiões do Brasil.

Os eventos abordam diferentes temas como: participação política, movimentos sociais, memória política, território, partidos políticos, políticas sociais e econômicas, comportamento político, violência, aparatos repressivos do Estado, exclusão social, minorias sociais. Estas problemáticas expressam o desenvolvimento da Psicologia Política no país como campo de investigação diverso e plural, frequentemente adotando uma postura crítica em relação aos diversos processos sociais e políticos da América Latina.

Periodicidade

O Simpósio Brasileiro de Psicologia Política é realizado a cada dois anos, no segundo semestre.