Manifestos e Moções

Nota da ABPP em solidariedade à comunidade acadêmica da UFPB

A Associação Brasileira de Psicologia Política (ABPP) foi criada em 2000, porém as suas raízes estão em articulações que ocorreram a partir do final da década de 1980 que teriam sido impossíveis sem o processo de redemocratização. Para pesquisadoras e pesquisadoras, uma das conquistas fundamentais do processo de transição democrática aparece no artigo 207 de nossa Constituição Federal de 1988, o qual assegura a autonomia universitária. Esta conquista foi relevante para as primeiras articulações que culminaram na criação da ABPP e é de extrema importância para a atuação crítica da associação.

Neste sentido, nos guiando pelos princípios democráticos que sempre marcaram a história da ABPP, seremos contra qualquer tipo de ataque aos direitos democráticos fundamentais. Por isso, repudiamos veementemente a nomeação do professor Valdiney Gouveia como reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

A nomeação de um professor que não recebeu um único voto dos conselheiros do órgão máximo de deliberação da UFPB e que recebeu 5% dos votos na consulta à comunidade da universidade demonstra a disposição do atual governo, como qualquer expressão de extrema-direita, em romper com princípios democráticos.

Não há nada de surpreendente, pois desde o golpe de 2016 e a chegada do governo Bolsonaro ao poder a violação aos fundamentos básicos de uma democracia tem se tornado o modus operandi prioritário de elites que, como vimos na pandemia de COVID-19, não têm qualquer pudor em sacrificar a classe trabalhadora.

Porém, intensifica nossa indignação ver que um pesquisador da Psicologia de uma universidade federal está com o seu nome estreitamente associado a um golpe contra o que a comunidade da UFPB decidiu sobre a sua reitoria. Caso o professor Valdiney Gouveia não recuse a nomeação realizada por Bolsonaro, ele estará compactuando com um duro ataque contra a autonomia universitária e o que estudantes, docentes e TAEs escolheram para a UFPB. Nada mais avesso ao fortalecimento da democracia no Brasil.

Por isso, a ABPP se posiciona favorável às lutas daquelas e daqueles que hoje lutam pelo #ForaValdiney e o respeito às deliberações da comunidade da UFPB. Reitora eleita, reitora empossada!

Nota de repúdio da Associação Brasileira de Psicologia Política à Medida Provisória Nº 979/2020

A Associação Brasileira de Psicologia Política (ABPP) manifesta-se contrariamente à Medida Provisória Nº 979, publicada no Diário Oficial da União em 09 de junho de 2020, que dispõe sobre a designação de dirigentes pro tempore pelo Ministro da Educação para as Instituições Federais de Ensino no período da pandemia da Covid-19.

A ABPP considera que esta medida provisória contraria a autonomia universitária na medida em que retira das Instituições Federais de Ensino a autonomia de decisão sobre a escolha de seus dirigentes. Compreendemos a gravidade do contexto da pandemia da COVID-19, entretanto, discordamos da adoção de qualquer medida de intervenção nas Instituições Federais de Ensino.

Solicitamos que o presidente da Câmara devolva esta Medida Provisória em nome do respeito à autonomia universitária.

Esta Nota é apoiada por outras entidades da Psicologia Brasileira, as quais encontram-se listadas abaixo.

10 de junho de 2020

Diretoria da ABPP (Gestão 2019-2020)

Entidades apoiadoras:

ABECiPsi – Associação Brasileira de Editores Científicos de Psicologia

ABEP – Associação Brasileira de Ensino de Psicologia

ABOP – Associação Brasileira de Orientação Profissional

ABP+ – Associação Brasileira de Psicologia Positiva

ABPD – Associação Brasileira de Psicologia do Desenvolvimento

ABPJ – Associação Brasileira de Psicologia Jurídica

ABPSA – Associação Brasileira de Psicologia da Saúde

ABRAP – Associação Brasileira de Psicoterapia

ABRAPEE – Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional

ABRAPSIT – Associação Brasileira de Psicologia de Tráfego

ABRAPSO – Associação Brasileira de Psicologia Social

ANPEPP – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia

CFP – Conselho Federal de Psicologia

FENAPSI – Federação Nacional dos Psicólogos

FLAAB – Federação Latino-Americana de Análise Bionergética

IBAP – Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica

IBNeC – Instituto Brasileiro de Neuropsicologia e Comportamento

SBHP – Sociedade Brasileira de História da Psicologia

SBPH – Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar

SBPOT – Associação Brasileira de Psicologia Organizacional e do Trabalho

 

ABPP NA MARCHA VIRTUAL PELA CIÊNCIA

ABPP na MarchaNeste dia 07 de maio de 2020, em que estamos juntas(os) na Marcha Virtual pela Ciência promovida pela Sociedade Brasileira pelo Progresso da Ciência (SBPC), a ABPP lança seu canal no Youtube com a publicação de um vídeo em apoio à Marcha Virtual pela Ciência.
Inspirada na Marcha, a ABBP iniciará hoje o projeto ABPP e Conjuntura Política no Contexto de Pandemia, para o qual convidamos sócias(os) da entidade para produzirem vídeos debatendo temáticas investigadas por elas(es) e que nos auxiliam a refletir sobre o contexto histórico em que vivemos. Agradecemos às(aos) associadas(os) que aceitaram fazer parte deste projeto.
Convidamos todas e todos para assistirem e compartilhar os vídeos, bem como pesquisadoras(es), estudantes e profissionais para se aproximarem da ABPP e tornarem-se sócias(os) desta entidade científica. Cada vez mais precisamos estar juntas(os) na defesa da ciência!

Participem da Marcha Virtual pela Ciência.
#FiquemEmCasaComaCiência

Diretoria da ABPP (Gestão 2019-2020)

 

Nota da ABPP sobre a saída da Diretora de Avaliação da Capes

A Associação Brasileira de Psicologia Política – ABPP apresenta preocupação em relação à saída da Diretora de Avaliação da Capes, Profa. Sônia Báo, num momento de importantes debates sobre a política de avaliação da pós-graduação no Brasil.

A ABPP salienta a importância da política científica brasileira ser conduzida de maneira dialógica e transparente, em contínua articulação com as associações científicas dos diferentes campos de conhecimento. Deste modo, espera que a mudança na Diretoria de Avaliação da CAPES não comprometa um diálogo democrático e responsável da CAPES com a comunidade acadêmica.

Ademais, a ABPP ressalta a necessidade de maior investimento econômico  do Estado na ciência brasileira, incluindo as ciências humanas e sociais, e do fortalecimento da autonomia das agências de fomento, as quais devem sempre se orientar pela garantia da excelência na formação de pesquisadoras e de pesquisadores das diferentes regiões do país, pela preocupação com o financiamento da produção e divulgação de pesquisas científicas.

O contexto de pandemia vivenciado na atualidade demonstra de maneira exemplar a importância da comunidade científica para a construção de reflexões críticas e de políticas públicas fundamentais ao desenvolvimento econômico e social do país.

Diretoria da ABPP (2019-2020)

Nota da ABPP de repúdio ao pronunciamento do secretário da Cultura do governo brasileiro

A Associação Brasileira de Psicologia Política (ABPP) repudia veemente a referência a discursos de membros do regime nazista por integrantes do governo brasileiro, bem como afirma a urgência de debatermos cada vez mais sobre a fragilidade da democracia brasileira nos últimos anos, no intuito de construirmos análises e fomentarmos ações que contribuam para a defesa intransigente dos princípios da igualdade e da liberdade. Ressaltamos que a exoneração do secretário da Cultura do governo Bolsonaro é um ato de extrema importância. Entretanto, salientamos que a apologia a regimes totalitários, à censura, à discriminação de grupos minoritários, ao ódio tem se fortalecido no país nos últimos anos. A defesa da democracia não pode caminhar junto com essas posturas totalitárias!

NOTA DA ABPP DE SOLIDARIEDADE AOS KARIRI-XOCÓ DE PORTO REAL DO COLÉGIO

A Associação Brasileira de Psicologia Política vem a público manifestar seu apoio e solidariedade ao povo Kariri-Xocó de Porto Real do Colégio – AL. No dia 28 de novembro de 2019 um grupo formado por cerca de 12 famílias e 56 pessoas saiu da Aldeia e realizou a ocupação de uma fazenda a 8km da Aldeia, próximo ao povoado Taperinha, pertencente a Porto Real do Colégio, como tentativa de retomada de seu território. No dia 29 novembro, por volta das 16:30 horas, as famílias foram surpreendidas por homens armados. A ocupação de terras para retomada dos territórios indígenas é uma estratégia para dar visibilidade aos processos de demarcação. O território Kariri-Xocó foi demarcado em 1993, entretanto, em um espaço insuficiente para as famílias. Em 2006, 4.419 hectares de terra foram declarados como posse permanente do povo Kariri-Xocó através da portaria ministerial 2.358 de dezembro de 2006. Porém, não houve no território a desintrusão de posse da área pelos não índios da região.

A Associação Brasileira de Psicologia Política repudia veementemente qualquer ato de violência contra o povo Kariri-Xocó de Porto Real do Colégio, bem como, apoia e se solidariza com suas lutas, pela retomada de suas terras e pelo acesso aos seus direitos.

LANÇAMENTO DE LIVRO

ABPP no XX Encontro Nacional da ABRAPSO

O livro “Psicologia Política no Brasil e Enfrentamentos a Processos Antidemocráticos”, composto por capítulos de convidadas/os e de coordenadoras/es do X Simpósio Brasileiro de Psicologia Política, será lançado no XX Encontro Nacional da ABRAPSO.

Data: 15/11/2019
Horário: 16:30 às 18:30

O tema do livro demarca a contribuição da Psicologia Política para o fortalecimento da  democracia, que é central à história deste campo de conhecimento no Brasil, na medida em que os temas de investigação da Psicologia Política brasileira encontram-se em  completo diálogo com o contexto político do país na defesa da expansão de direitos democráticos. No contexto atual brasileiro, observamos a manutenção de uma crise política iniciada antes mesmo da eleição presidencial de 2014, que tem colocado em questão a robustez de nossa democracia; acarretado a realização de reformas sociais e a reorientação de projetos sociais, produzindo ressignificações de direitos sociais conquistados no século XX; potencializado a emergência de pautas conservadoras no espaço público, que questionam a pluralidade de modos de ser, condição fundamental à democracia moderna. Condições sociais que têm propiciado a construção de inúmeros questionamentos sobre os quais a Psicologia Política pode oferecer contribuições importantes. Este campo de conhecimento, em conjunto com outros campos, como a psicologia social, na busca de romper com o hiato entre agência e estrutura, oferece às ciências humanas e sociais análises que articulam aspectos macrossociais e processos de subjetivação, possibilitando refletir sobre estratégias políticas, nos âmbitos da sociedade civil e do Estado, que objetivam a manutenção ou o enfrentamento a processos antidemocráticos e a redução ou ampliação do espaço público a sujeitos e demandas deslegitimadas em razão de diferentes relações de dominação presentes na sociedade brasileira.

ABPP_Lançamento ABRAPSO

 

REUNIÃO ABERTA DA DIRETORIA DA ABPP

ABBP no XX Encontro Nacional da ABRAPSO!
A Associação Brasileira de Psicologia Política estará presente no XX Encontro Nacional da ABRAPSO com atividades promovidas pela entidade para o fortalecimento da Psicologia Política Brasileira.
Convidamos a todas/os para participarem!

Reunião Aberta da Diretoria da ABPP
Data: 14/11/2019
Horário: 15:30 às 16:30
Local: Sala 216

PAUTA:
1 – Informes: a) próximos eventos ABPP; b) novos equipe editorial RPP; c) prestação de contas, d) participações da ABPP em eventos
2) Diretoria ABPP

ABPP_Reunião ABRAPSO

Edital seleção equipe editorial para a Revista Psicologia Política

A Associação Brasileira de Psicologia Política (ABPP) lança nesta sexta-feira (06/09/2019) edital para seleção da equipe editorial da Revista Psicologia Política (RPP) para o quadriênio 2020/2024.

As inscrições iniciam no dia 09/09/2019 e encerram no dia 14/10/2019 e deverão ser realizadas pelo e-mail da Associação: contatopsicologiapolitica@gmail.com

Todas as informações sobre a seleção podem ser acessadas no edital que encontra-se publicado na página da Associação em seção destinada para a RPP.

Dúvidas podem ser elucidadas com a Diretoria da ABPP através do e-mail: contatopsicologiapolitica@gmail.com