Psicologia Política no Brasil

Referências sobre a Psicologia Política no Brasil

1990 – 2000

Azevedo, M. A. & Menin, M. S. de S. (Orgs.). (1995). Psicologia e política: Reflexões sobre possibilidades e dificuldades deste encontro. São Paulo: Cortez / FAPESP.

Penna, A. G. (1995). Introdução à psicologia política. Rio de Janeiro: Imago.

Camino, L. & Menandro, P. R. M. (Orgs.). (1996). A sociedade na perspectiva da psicologia: Questões teóricas e metodológicas. Rio de Janeiro: ANPEPP.

Camino, L.; Lhullier, L. & Sandoval, S. (1997). Estudos sobre comportamento político: Teoria e pesquisa. Florianópolis: Letras Contemporâneas.

Lhullier, L. A. (1998). Psicologia política. Em M. N. Strey e cols. (Orgs.), Psicologia social contemporânea (pp. 207-218). Petrópolis: Vozes.

2001 – 2010

Torres, A. R. R.; Lima, M. E. O. & Costa, J. B. da (Orgs.). (2005). A psicologia política na perspectiva psicossociológica: O estudo das atividades políticas. Goiânia: Editora da UCG.

Trüdinger, Eva-Maria. (2006). Sobre o verdadeiro valor dos valores: fatores de impacto sobre as atitudes de tolerância política. Opinião Pública, 12(1), 57-87. https://dx.doi.org/10.1590/S0104-62762006000100003

Prado, M. A. M. (2007). Fronteiras negadas: contribuições da psicologia política para a compreensão das ações políticas. Em C. Mayorga e M. A. M. Prado (Orgs.), Psicologia social: Articulando saberes e fazeres (pp. 99-111). Belo Horizonte: Autêntica.

Sass, O. (2007). Notas sobre psicologia social e política no Brasil. Em C. Mayorga e M. A. M. Prado (Orgs.), Psicologia social: Articulando saberes e fazeres (pp. 19-36). Belo Horizonte: Autêntica.

Lhullier, L. A. (2008). A psicologia política e o uso da categoria “representações sociais” na pesquisa do comportamento político. Em A. Zanella, M. J. T. Siqueira, L. A. Lhullier e S. I. Molon (Orgs.), Psicologia e práticas sociais (pp. 110-120). Porto Alegre: ABRAPSOSUL.

Gui, R. T. (2009). Conversando sobre política na situação psicoterapêutica. Psicologia: Ciência e Profissão, 29(2), 346-363. https://dx.doi.org/10.1590/S1414-98932009000200011

Pimentel Junior, J. T. P. (2010). Razão e emoção: o voto na eleição presidencial de 2006. Opinião Pública, 16(2), 516-541. https://dx.doi.org/10.1590/S0104-62762010000200009

2011-2020

Ramos, C. (2011). A indignação dialética: paixão e resistência em Maria Helena Souza Patto. Psicologia USP, 22(3), 499-528. Epub September 00, 2011. https://dx.doi.org/10.1590/S0103-65642011005000019

Hur, D. U. (2012). Políticas da psicologia: histórias e práticas das associações profissionais (CRP e SPESP) de São Paulo, entre a ditadura e a redemocratização do país. Psicologia USP, 23(1), 69-90. https://dx.doi.org/10.1590/S0103-65642012000100004

Almeida, M. A. B. de; Silva, A. S. da; Corrâ, F. (Orgs.). (2012). Psicologia Política: Debates e embates de um campo interdisciplinar. São Paulo: Ed. EACH/USP.

Hur, D. U. (2013). Memórias da guerrilha: construção e transformação. Psicologia & Sociedade, 25(2), 311-320. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822013000200008&lng=en&tlng=pt.

Sandoval, S. A. M.; Hur, D. U. & Dantas, B. S. do A. (2014). Psicologia política: Temas atuais de investigação. Campinas: Alínea.

Silva, A. S. da & Corrêa, F. (2015). No interstício das disciplinaridades: A psicologia política. Curitiba: Prismas

Hur, D. U. & Lacerda Jr., F. (2016). Psicologia política crítica: Insurgências na América Latina. Campinas: Alínea.

Ribeiro, E. A., & Borba, J. (2016). Personalidade e protesto político na América Latina: bases psicossociais da contestação. Sociedade e Estado, 31(2), 373-402. https://dx.doi.org/10.1590/S0102-69922016000200005

Lionço, T. (2017). Psicologia, Democracia e Laicidade em Tempos de Fundamentalismo Religioso no Brasil. Psicologia: Ciência e Profissão, 37(spe), 208-223. https://dx.doi.org/10.1590/1982-3703160002017

Hur, D. U., & Lacerda Júnior, F. (2017). Ditadura e Insurgência na América Latina: Psicologia da Libertação e Resistência Armada. Psicologia: Ciência e Profissão, 37(spe), 28-43. https://dx.doi.org/10.1590/1982-3703020002017

Pizzinato, A., Tedesco, P. C., & Cé, J. P.. (2018). Comunidade Porvir: Emancipação Social e Configurações Comunitárias em um Ponto de Cultura. Psicologia: Ciência e Profissão, 38(4), 636-648. https://dx.doi.org/10.1590/1982-3703001312017

Hedler, H. C., Faleiros, V. de P., Alonso, L. B. N., & Santos, M. J. S. (2018). A REPRESENTAÇÃO SOCIAL DA PSICÓLOGA GESTORA PÚBLICA. Psicologia & Sociedade, 30, e162543. Epub 03 de dezembro de 2018. https://dx.doi.org/10.1590/1807-0310/2018v30162543